Segunda-feira, 28 de Janeiro de 2008

Ausência

Por muito tempo achei que a ausência é falta.
E lastimava, ignorante, a falta.
Hoje não a lastimo.
Não há falta na ausência.
A ausência é um estar
em mim.
E
sinto-a, branca, tão pegada, aconchegada nos meus braços,
que rio e danço e invento exclamações alegres,
porque a ausência, essa ausência assimilada,
ninguém a rouba mais de mim.

Carlos Drummond de Andrade

 

 

foto de Pedro Almeida

"Infelizes os homens que têm todas as ideias claras"

(Pasteur)

Beijos a todos e tirem todo o partido da vida, dos sentimentos, das dúvidas...

Votos de uma semana Feliz!

publicado por Beijaflor às 23:56
link | Participem | beijos guardados (2) | favorito

.Beija-flor

.pensamentos recentes

. Ausência

.perdidos no tempo

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

blogs SAPO