Quinta-feira, 27 de Dezembro de 2007

Ilusão, ou talvez não...

O Papel da Ilusão na Nossa Vida

 

«As ilusões», dizia-me o meu amigo, «talvez sejam em tão grande número quanto as relações dos homens entre si ou entre os homens e as coisas. E, quando a ilusão desaparece, ou seja, quando vemos o ser ou o facto tal como existe fora de nós, experimentamos um sentimento bizarro, metade dele complicada pela lástima da fantasia desaparecida, metade pela surpresa agradável diante da novidade, diante do facto real».

Charles Baudelaire, in 'Pequenos Poemas em Prosa'

"Só se vê bem com o coração, o essencial é invisível aos olhos..."(Exupéry)

Sem ilusões, beijos meus...

tags:
publicado por Beijaflor às 19:37
link | Participem | beijos guardados (4) | favorito

.Beija-flor

.pensamentos recentes

. Ilusão, ou talvez não...

.perdidos no tempo

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

blogs SAPO