Domingo, 13 de Janeiro de 2008

A minha vida, és tu!

Queria explicar, mas não consigo. É difícil colocar em palavras apenas, todo o medo que sinto por cada vez que não estás bem. Seja, ou não, passageiro. Um dia que seja é suficiente para abalar toda a minha firmeza.

 

Já não estou em mim... quero ficar no teu lugar, trocar de dor... choro e grito em silêncio buscando culpas onde não existem. Porque será que as mães são sempre culpadas? Porque sentem mais a dor?

 

Olho para ti e peço a Deus que não seja nada. Peço que nos proteja, que te proteja, peço-lhe todos os dias. Que me ajude a ser boa mãe. Que te ajude a ser bom menino...

 

Deito-me a teu lado, suplico novamente, sinto a tua face (terá calor, terá frio), volto a sentir. Afago os teus cabelos.

 

A meu lado, repousas tranquilo e voltas a ser o meu bebé…

 

Beijo o teu rosto, sossego, e só então adormeço...

– Dorme bem meu filho, até amanhã! Que esta semana seja feliz!

 

 

Para quem sabe esperar, tudo vem a tempo.

(Clément Marot)

Beijos da Mãe

tags: , , ,
publicado por Beijaflor às 23:41
link | favorito
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.Beija-flor

.pensamentos recentes

. Até breve..

. Agradecer é urgente!

. Saudade...

. MULHERÃO...

. Bom Fim-de-semana!

. Calçada de Carriche

. Lembranças

. Breves Reflexões

. Ausência (de mim)

. "You Make my Day"

.perdidos no tempo

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.tags

. todas as tags

.subscrever feeds

blogs SAPO